Oração para São Sebastião

A oração de São Sebastião é um pedido por uma vida mais próxima de Deus, um clamor para que por meio dele nós possamos nos tornar mais sensíveis ao amor de Cristo. Ela também clama pela renovação da fé e por proteção em tempos de guerra e fome, para que estejamos livres de doenças e do pecado, o maior dos males.

Este santo tem seu dia comemorado em 20 de janeiro e é considerado protetor da Humanidade contra a fome, guerra e a peste.

Oração

Glorioso mártir São Sebastião,
soldado de Cristo e exemplo de cristão,
hoje vimos pedir a vossa intercessão
junto ao trono do Senhor Jesus,
nosso Salvador, por Quem destes a vida.

Vós que vivestes a fé
e perseverastes até o fim,
pedi a Jesus por nós
para que sejamos
testemunhas do amor de Deus.

Vós que esperastes com firmeza
nas palavras de Jesus,
pedi-Lhe por nós,
para que aumente a nossa esperança na ressurreição.

Vós que vivestes a caridade para com os irmãos,
pedi a Jesus para que aumente
o nosso amor para com todos.

Enfim, glorioso mártir São Sebastião,
protegei-nos contra a peste,
a fome e a guerra;
defendei as nossas plantações e os nossos rebanhos,
que são dons de Deus para o nosso bem e para o bem de todos.

E defendei-nos do pecado,
que é o maior
de todos os males.
Assim seja.

História de São Sebastião

Oração para São Sebastião

Imagem: Reprodução

São Sebastião nasceu na França no ano de 256 d.C., na cidade de Narbonne sendo cidadão de Milão. Ele teria chegado às terras de Roma por meio das Caravelas que eram bastante comuns naquela época por causa das rotas de comércio marítimo.  Ele é tido como um dos primeiros mártires do cristianismo, sendo cruelmente assassinado a mando do Imperador Diocleciano.

Segundo é conhecido, São Sebastião ingressou oficialmente na guarda imperial no ano de 283 d.C., uma época em que cristãos eram veemente perseguidos. Ela era querido pelos imperadores Diocleciano e Maximiano, que o designaram como capitão de sua guarda pessoal,  sem o conhecimento de que o mesmo era cristão. Diocleciano tendo descoberto que Sebastião era seguidor dos ensinamentos de Cristo, tratou tal fato como uma traição e então ordenou que fosse martirizado sendo crivado com flechas por todo o corpo.

São Sebastião fora dado como morto e a viúva de Cástulo, considerado outro santo, passou a tratar de suas feridas fazendo com que o mesmo conseguisse sobreviver após tamanha crueldade. Após curado e devidamente recuperado, São Sebastião foi ao encontro do Imperador Diocleciano e o confrontou bravamente o questionando sobre a sua crueldade para com os cristãos daquela época. Inicialmente o imperador encontrou-se em choque com o ocorrido, como poderia o homem que ele mesmo mandara executar estava ali diante dele o confrontando? Revoltado com aquela situação, Diocleciano ordenou que São Sebastião fosse novamente executado, mas dessa vez à base de espancamento e assim ocorreu.

Seu corpo foi jogado ao esgoto público de Roma e resgatado por uma mulher de nome Luciana (Santa Luciana, tendo seu dia comemorado em 30 de Junho) que o limpou de forma adequada e o sepultou nas catacumbas da cidade. Uma curiosidade sobre São Sebastião é a origem de seu nome, ele deriva do grego sebastós que significa divino, venerável.