Oração para São Romano

Um dos mais adorados santos europeus, São Romano é homenageado sempre no dia 28 de fevereiro por fiéis de todo o mundo. O Santo, que ficou conhecido por pregar leis muito rígidas nos mosteiros, morreu solitário após realizar muitos milagres pela França, país onde nasceu.

Oração a São Romano

São Romano rogue por nós! Interceda por mim e peça Deus que me livre dos perigos que não consigo identificar. Que me livre dos mortos mal encarados e dos vivos perigosos. Andai comigo, São Romano, porque meu caminho é longo.

Amém!

Sua história

Oração para São Romano

Conheça sua história e veja uma bela oração. | Imagem: Reprodução

Pouco é conhecido da infância e juventude de São Romano, estudiosos não conseguiram até hoje comprovar exatamente em qual cidade francesa ele nasceu. A história do santo parece começar na época em que ele entra no mosteiro da cidade de Lyon, também na França, no ano de 390 d.C (depois de Cristo).

A vida monástica, que tinha a intenção de ajudar pessoas dispostas a atingir a plenitude espiritual, estava em alta no ocidente e era bem vista pela sociedade, que achava a espiritualidade essencial para o progresso.

Romano tornou-se então um dos primeiros monges da França, mas logo ficou incomodado com as leis do mosteiro, que para ele eram muito brandas.  Nesse momento o santo abandonou o mosteiro e seguiu em direção a uma cadeia de montanhas, que fazia fronteira com a Suíça, levando apenas uma bíblia, segundo ele, a única coisa necessária para viver.

Um tempo depois o “monge solitário”, como Romano era chamado pela população da cidade, foi encontrado pelo próprio irmão Lupicínio, e o aceitou como seguidor.

Muitos se inspiraram na atitude de Lupicínio e resolveram seguir São Romano, que em pouco tempo fundou três mosteiros, um feminino e dois masculinos, onde pôde aplicar as leis rígidas que achava adequadas para os mosteiros.

O primeiro milagre

São Romano e um amigo, que depois também foi canonizado, São Pelade, fizeram uma viagem para Genebra, a fim de visitar o túmulo de São Maurício. Quando chegaram os dois santos ficaram hospedados em uma casa muito humilde, onde viviam dois leprosos. Romano compadeceu-se da situação dos homens e abraçou os dois. Pela manhã os dois leprosos perceberam que estavam curados. Os registros da igreja católica afirmam que muitos milagres aconteceram durante a volta dessa viagem.

Quando regressou da peregrinação São Romano decidiu viver recluso, na solidão da cela do seu mosteiro, onde conseguia encontrar a paz. Ele morreu de causas naturais no dia 28 de fevereiro de 463, com 73 anos.

Escrito por: Wanessa Galvão

Categorias: SantosMais orações para: