Oração para São Peregrino

São Peregrino foi canonizado pelo Papa Bento XII no ano de 1726. Ele é considerado o padroeiro de Forli desde 1942 e sua celebração é feita pela Igreja no dia 4 de maio.

Oração

Oh São Peregrino, a quem chamamos O Fazedor de Maravilhas, pelos inúmeros milagres que obtém de Deus para todos os que recorrem a vós: vós que por muitos anos padecestes uma cancerosa enfermidade que corroeu vossos tecidos, que tivestes alívio quando todos os recursos humanos perderam as esperanças; vós que fostes favorecido vindo Jesus para sarar vossa enfermidade, pede a Deus e a Santíssima Virgem a cura para esta pessoa a quem agora vos encomendo: (diga o nome da pessoa enferma). Aos cuidados por tua poderosa intercessão, vos pedimos que nos ajudes a alcançar a bondade e a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Ouça minha oração.

Amém.

História de São Peregrino

Oração para São Peregrino

Imagem: Reprodução

São Peregrino nasceu em 1265 na cidade de Forli, em Romanha, na Itália. Cresceu em meio a uma população conhecida pelo espírito reacionário e anárquico. Ele era um jovem idealista, intempestivo e tinha apelido de furacão.  Em sua juventude participou do movimento dos Gibelinos, um grupo que tinha ligação com o imperador e que lutava contra o Papa.

Certo dia um dos sete fundadores da chamada Ordem dos Servos de Maria, São Filipe Benizi, foi à Forli em missão de pacificar a população da cidade. Em um dos discursos feitos pelo fundador a pedido de paz, o grupo de inimigos do Papa agiu o expulsando e São Peregrino o agrediu com socos e bofetadas.

Contudo, Peregrino caiu em si depois do que havia feito, agrediu um servo de Deus, e foi procurar o padre Felipe para lhe pedir perdão. São Felipe não só o perdoou, bem como o acolheu com amor, sem ressentimento algum. Peregrino então ficou muito sensibilizado com a atitude de São Felipe, até então somente acostumado com sentimentos de revolta e vingança.

Foi a partir daí que iniciou-se seu processo de conversão, Peregrino começou a rezar à Virgem Maria suplicando-lhe conversão e pediu para que ela o guiasse pelo caminho em que deveria trilhar. Algum tempo depois, aos seus trinta anos, foi para a cidade de Siena e ingressou para a Ordem dos Servos de Maria.

Anos depois, retornou à cidade de Forli e passou a trabalhar para os pobres de sua cidade com bastante dedicação, ele também costumava lamentar os erros cometidos no pecado e se confessava sempre que pensava ser necessário. Vez ou outra sua penitência chegava ao ponto de se castigar fisicamente.

Com sessenta anos de idade contraiu uma chaga maligna na perna direita, devido à vida regada a sacrifícios de penitência. O médico que lhe cuidou optou por amputar sua perna para lhe curar, mas naquela noite ele foi se arrastando rezar onde havia uma pintura de Jesus crucificado na parede. Ali ocorreu um milagre e não se fez necessária a amputação, por causa disso é venerado como protetor contra o câncer.

Escrito por: Agnes Rafaela

Categorias: SantosMais orações para: