Oração para Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

A Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é na verdade um quadro, que contém uma imagem de Maria com Jesus no colo. O quadro, que tem sua história envolta em mistério e milagres, é marcado pela mensagem que passa, de que a mãe deve sempre estar disponível para ajudar o filho. O dia dedicado a Santa é 27 de junho, dia em que são realizadas festividades nas igrejas e onde se terminam novenas iniciadas em homenagem a santa.

Oração

Ó Senhora do Perpétuo Socorro, daí-nos a graça de usar nossas conquistas sempre para a glória de Deus e a salvação de minha alma. Mostrai-nos que todas as graças vem de Deus e que a bondade maternal deve ser aplicada a todos. Mãe do Perpétuo Socorro, rogo-lhe que conceda bençãos para meus filhos e que interceda por eles nos momentos difíceis.

Eterno Pai, em nome de Jesus e pela intercessão de nossa Mãe do Perpétuo Socorro, peço-vos me atendais para vossa glória e bem da minha alma. Amém.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós.

História de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Oração para Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro | Imagem: Reprodução

A única certeza sobre o quadro, que é de autor desconhecido, é que ele foi pintado por um grego. E foi lá na Grécia, na Ilha de Creta, que o quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro ganhou fama. Ele era venerado por muitas pessoas que diziam terem presenciado milagres realizados pela santa. Isso atraiu a cobiça de um comerciante romano, que roubou o quadro a fim de vendê-lo por um preço alto. Durante a viagem de volta para casa, o barco onde estava o negociante foi atingido por uma tempestade terrível, chegando a correr o risco de afundar. Mas os tripulantes, mesmo sem saber da presença do quadro no barco, reuniram-se para orar a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O barco acabou chegando em segurança no porto e o negociante desistiu de vender o quadro e permaneceu com ele escondido em casa até a sua morte. Uma mulher recuperou o quadro mas não quis devolvê-lo a igreja, até que a santa apareceu para a filha dela, de 11 anos, e disse que a imagem deveria ir para uma igreja. O quadro foi então colocado na Capela de São Mateus, que foi destruída pouco tempo depois, e em seguida levada  à Igreja de Santo Afonso.

O quadro

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é conhecida também por outros nomes, como “Virgem da Paixão”, “A Madona de Ouro”, “A Mãe dos Lares Católicos”, “A Mãe dos Missionários Redentoristas” e “Mãe do Perpétuo Socorro”.

No quadro vemos uma imagem de Maria segurando Jesus no colo, ladeada pelos arcanjos Gabriel e Miguel. Jesus aparece olhando para um dos anjos, que está segurando nas mãos os instrumentos do futuro tormento da criança: os instrumentos prefigurativos dos sofrimentos futuros da Paixão e Morte do Salvador: o cálice com fel, a lança, a vara com a esponja, a cruz e cravos.

O menino parece assustado e por isso teria se agarrado a mãe, encontrado nos braços da mãe proteção. Mostrando que a mãe deve sempre ser o perpétuo socorro do filho.