Oração para Nossa Senhora da Visitação

Esta santa surgiu em meio à época em que a Virgem Maria, já grávida, foi visitar sua prima Isabel que carregava São João Batista, enfrentando dificuldades no percurso montanhoso. Seu dia é comemorado no dia 31 de maio pela igreja católica.

Oração

Virgem Maria, Mãe de Jesus e minha querida Mãe, invocando-vos sob o título de “Nossa Senhora da Visitação”, vos peço que assim como visitastes vossa prima Isabel, venha visitar minha família, pois estamos necessitando de muitas graças (peça a graça), que certamente com vossa visita as receberemos.

Que com vosso exemplo possamos ser mais caridosos com nossos irmãos indo visitá-los e confortá-los em suas necessidades.

Obrigada Mãe, pelo vosso amor para conosco.

Amém.

História de Nossa Senhora da Visitação

Oração para Nossa Senhora da Visitação

Conheça a história desta devoção e veja uma bela oração. | Imagem: Reprodução

Os franciscanos foram os primeiros a tomarem essa data como uma comemoração da igreja católica. Deu-se início há muito tempo, quando Nossa Senhora, após receber a mensagem do anjo, decidiu visitar sua prima Santa Isabel para dar as notícias. A Virgem permanecia quieta antes da anunciação, orando em silêncio e tendo sua vida voltada inteiramente para o Senhor. Mas, ao receber a mensagem de que carregava o filho de Deus e que ela era a própria guardiã de tão divina graça, não se contentando de alegria, foi inspirada pelo espírito divino e correu para a sua amiga e prima Isabel para lhe dar a boa nova. Não pensou ou premeditou sua viagem, simplesmente seguiu os seus instintos mais profundos e partiu em caminhada, mesmo enfrentando estradas perigosas e sinuosas, não desistindo até chegar ao seu destino, Judá.

No mesmo instante em que Maria adentrou a casa da prima e a saudou, a criança de Isabel se estremeceu em sua barriga. Isabel lhe proferiu belas palavras à exaltando, inspirada pelo espírito santo que a preencheu naquele momento. Maria, emocionada, retribuiu tal gesto afirmando que de fato tinha sido abençoada com a missão de dar à luz ao salvador e filho de Deus Altíssimo.

Maria é a fiel representante da arca da aliança, enquanto Isabel representa o povo de Israel que festeja em polvorosa pela vinda do menino Jesus. O Papa Pio foi o responsável pela inclusão de tal festividade no calendário católico, transferindo a data original (2 de Julho) para a atual (31 de maio). O motivo da troca foi o fato de ser mais adequado a festa acontecer no último dia do mês de Maria.

Esta bela história nos mostra o quão perseverante temos de ser em Deus, que para fazer o bem não se tem hora ou lugar e não há dificuldades que impeçam o fiel servo de atender os planos que o poder divino opera em nossa vida. O cristão deve ser como Maria: sempre alegre em servir, mesmo que o mundo conspire contra a tarefa que irá executar.