Oração a Santa Maria Goretti

Comemorada no dia 6 de julho, Santa Maria Goretti foi uma jovem que sofreu bastante ao ser agredida por um rapaz, mas mesmo em seu leito de morte o perdoou. Seus pais eram trabalhadores na agricultura e encontravam dificuldade para o sustento da família, porém desde muito jovem Maria Goretti foi prestativa, além de ter uma fé inabalável em Deus.

Oração

Deus, nosso Pai, Santa Maria Goretti foi capaz de perdoar àquele que lhe fez mal e que lhe tirou a vida. Dai-me a graça de saber perdoar, daí-me a capacidade de perdoar mais do que ser perdoado. Dai-me também, pela intercessão de Santa Maria Goretti, pureza de coração e retidão de intenções. Perdoai, Senhor, meus pecados e recriai em mim um espírito novo. Amém.

A breve história da pequena Maria Goretti

Oração a Santa Maria Goretti

Imagem: Reprodução

Nascida no ano de 1890 na cidade de Corinaldo, Ancona, Maria Goretti foi filha de dois agricultores. Seus pais eram muito doces e a amavam incondicionalmente. Aos seus nove anos, seu pai acabou falecendo e sua mãe ficara apenas com o consolo da filha para continuar forte lutando pela vida. Por ser um trabalho muito pesado o que a mãe de Maria tinha na roça, ela se juntou a um viúvo e seus dois filhos para obter melhor produção e partilhar o lucro.  Goretti ajudava com o trabalho na lavoura e também cuidava da casa e dos irmãos pequenos, pois era muito responsável e piedosa. Com um jeitinho doce e meigo, ela despertou a malícia do filho mais novo do viúvo, Alexandre. O jovem tinha muita maldade no coração e por vezes tentou agarrar a mocinha virgem. Em sua última tentativa, ele perdeu o controle de sua louca paixão e a violentou com uma barra de ferro, cravando-a no corpo puro de Goretti repetidas verdes. A menina rezava e gritava que isso era errado, clamando para que Alexandre parasse. Com mais alguns golpes mortais, Alexandre foge e deixa Maria rodeada em uma poça de seu próprio sangue. Quando vizinhos e a mãe da jovem chegam, levam-na ao hospital, mas ela estava muito machucada para sobreviver. Na manhã de 6 de julho, ela recebe uma fita e medalha de Filha de Maria e a sagrada comunhão. A jovenzinha de coração puro, confessa que perdoa seu agressor e deseja que ele vá viver a vida eterna ao seu lado nos Céus. Alexandre foi preso e condenado a trinta anos de prisão. Depois de ter cumprido seu tempo, teve um sonho com a jovem mártir e se converteu. Ele foi viver com um monge até o fim de seus dias.

Escrito por: Nayla Georgia

Categorias: SantosMais orações para: